Noticias

CUIDADOS PALIATIVOS – Assistência Que Traz Conforto, Atenção e Carinho

A família e o paciente recebem suporte humanizado de uma equipe multidisciplinar
A missão dos profissionais que atuam na assistência a pessoas com doenças graves é melhorar a qualidade de vida, tanto da família como do paciente, por meio de tratamentos físicos, sociais, psicológicos e espirituais. O foco da medicina paliativa não é a doença e sim a pessoa. O objetivo é assegurar conforto e dignidade.  

A gerente médica da Vidas Home Care - Unidade São Paulo, Dra. Emília Sampaio Xavier Lopes, salienta que a prioridade das ações dos cuidados paliativos é diminuir as repercussões negativas da doença sobre o bem-estar do doente. “Os profissionais de várias especialidades irão esclarecer, prevenir e orientar quanto à saúde, minimizando as situações de desconforto por dor ou estresse. Por exemplo, auxiliar o paciente a reorganizar a vida (sempre preservando o direito à autonomia), controlar a dor e outros sintomas, acolher pacientes e familiares, resgatar a autoestima e os vínculos familiares, entre outras atribuições”.

A especialista explica que as ações coordenadas e bem desenvolvidas de cuidados paliativos ao longo de todo o processo são capazes de reduzir drasticamente a necessidade de intervenções. “ O paciente precisa estar o mais confortável possível para que o emocional não interfira no quadro clínico. Por isso, é fundamental o envolvimento de uma equipe interdisciplinar composta por médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, nutricionistas, farmacêuticos, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais”.

A base principal da medicina paliativa é o cuidar. “Há sempre alguma coisa que pode ser feita em benefício do paciente”, conclui Dra. Emília.