Noticias

ATENDIMENTO DOMICILIAR - 8 condutas para que o atendimento domiciliar seja bem-sucedido

O bom convívio e uma comunicação eficiente entre a equipe que presta serviços de home care e pacientes e familiares são peças fundamentais para a construção de um relacionamento pautado na confiança recíproca, possibilitando o tratamento adequado e a recuperação mais rápida, segura e humanizada.

A gerente operacional da Vidas Home Care - Unidade São Paulo, Angélica Rosa Paixão, destaca que “a participação da família no restabelecimento do paciente tem influência positiva e contribui significativamente para a evolução do estado de saúde, não só do ponto de vista clínico, mas também do psicológico”. A especialista em enfermagem listou oito condutas que devem ser seguidas para garantir o êxito do atendimento domiciliar:

1.Quadro clínico
Os familiares, o paciente e o cuidador devem receber esclarecimentos sobre o diagnóstico e tratamento que será realizado;

2.Presença de um cuidador ativo
Seja um profissional contratado ou familiar, que receberá treinamento para os cuidados básicos essenciais para o paciente;

3.Local de instalação dos serviços de home care
É de responsabilidade do familiar ou cuidador zelar pelas condições de higiene, mantendo o ambiente adequado, limpo e arejado com facilidade de acesso às demais dependências;

4.Materiais e medicamentos
É importante estabelecer um local para o acondicionamento de materiais e medicamentos que serão utilizados, o local deve ser seco e arejado. O uso deverá ser exclusivo do paciente em atendimento pelo home care.

5.Nutrição
O preparo da alimentação é um dever da família. As orientações do médico devem ser seguidas rigorosamente;

6.Visitas
O ambiente deve ser calmo e as visitas precisam ser programadas e limitadas durante o tratamento;

7.Cigarro em casa
É contraindicado fumar nos ambientes em que o paciente transita;

8.Para finalizar
A família deve se preocupar em manter a harmonia e um clima agradável entre os profissionais e cuidadores. 

Entenda qual é o papel do assistente social
O serviço de home care é bastante amplo e envolve diversas especialidades. A equipe multiprofissional da Vidas Home Care é altamente capacitada e tem larga experiência no atendimento dos mais variados casos de pacientes, desde um simples curativo, injeção, visita médica, cuidados específicos para crianças com aparelhos até situações de alta complexidade.

Para orientar quem precisa do atendimento domiciliar e os familiares sobre as questões sociais no ambiente Home Care, o departamento do Serviço Social é indispensável. Entre suas atribuições, a principal é garantir o suporte e organizar políticas sociais em benefício do paciente, evitando qualquer interferência na evolução do tratamento.

Logo na implantação do serviço de home care já é informado que esse profissional pode auxiliar em todas as necessidades do paciente. Através de entrevistas, visitas domiciliares e hospitalares, o assistente social consegue fazer a análise de cada caso, e assim sugerir intervenções e encaminhamentos. “Assessorar ao máximo o enfermo e acolhê-lo é uma marca registrada da instituição. Para que todas as dúvidas sejam sanadas eu disponibilizo os meus contatos e me coloco à disposição”, diz o assistente social da Vidas Home Care, Daniel Ferro.

O especialista destaca que, para a grande maioria, a dúvida dominante é a questão sobre os medicamentos de alto custo. “O Serviço Social criou um material didático sobre os recursos sociais que são disponibilizados a todos os pacientes e familiares que necessitam de algum desses meios. Nesse material há além das instruções, os links para acessar formulários em papel e eletrônicos para dar andamento nos processos de solicitação. Para que o serviço social possa atuar plenamente e garantir um atendimento digno aos pacientes, o apoio da diretoria e das gerências da Vidas Home Care tem sido essencial”, completa Ferro.